16 outubro 2011

TOC

Você é meu TOC, pensar em você, desejar você é um habito que tenho.
Não preciso de muito pra ir atrás das mensagens antigas que trocávamos no facebook, no MSN ou até mesmo no meu celular – ainda guardo todas.
Guardo porque sou uma boba, sou uma eterna apaixonada por ti.
Guardo na esperança de abrir uma a uma e trazer você de volta pra mim.
Guardo na esperança de abrir e ver que tem alguma coisa nova.
Você é meu TOC, porque é inevitável ouvir uma música romântica (como sensível demais do Jorge Vercillo) e não pensar em você, ou então ouvir o nome de sua cidade e não ficar toda arrepiada.
Ando trocando a calma pela boate, o sono pelo barzinho com amigos, a paz da minha casa pela rua, porque ficar sozinha comigo é um inferno – tudo me lembra você; é recorrente.
Você me mostrou que é meu número, que temos tanta coisa em comum, que nossos desejos são os mesmos e que podíamos construir um mundo juntos.
Mas se foi, virou a pagina da nossa vida sem me avisar, levei dias pra entender.
Agora estou aqui, sentada, olhando tuas fotos e pensando em você.
Vou sair, vou pra rua, vou namorar e conquistar, mas no fundo tudo que quero e desejo é ter você de volta.
Não sei o que fazer pra chamar sua atenção, me recolho em mim e fico na esperança de que o próximo telefonema seja você, que a próxima mensagem seja tua.
Mas como todo TOC isto não Pará, não acaba nunca e como um moinho de vento fico girando no mesmo lugar.
Como resolver isto? Como tirar um TOC de dentro de mim? Não sei, não faço idéia.
Sei apenas que vou continuar vivendo de bar em bar, de boate em boate, esperando encontrar em outros braços o que um dia encontrei em você.
Será que um dia você deixará de ser meu TOC e volte a ser meu doce amor? Será? Bjs. sds

Um comentário:

  1. Me identifico com várias histórias.... ameiiiiiiii

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, dicas e sugestões.
Tem blog? Deixe o link, vou te visitar!
Me siga, informe, que eu sigo de volta. Bjs